Thursday, June 7, 2012

Foodie Thursdays: Arrastões? E eu com isso?!

Quem escuta a rádio de manhã em SP já está se acostumando a ouvir sobre arrastões a restaurantes... É tão comum que toda vez que eles começam a noticiar a manchete já fico tentando adivinhar quem foi a vítima vez.
Então chegou a hora do desabafo! Penso que é realmente um problema grave e que é responsabilidade dos órgãos públicos chegar a uma solução para acabar com essa e outras pataquadas que os paulistanos tem que enfrentar no dia a dia (arrastões a prédios, seqüestros relâmpago, ....). Eu como cidadã paulistana e "contribuidora" de impostos me sinto obviamente revoltada com a situação. Lembro perfeitamente de que para mim o maior luxo de se morar em NY foi ter o privilégio de andar livremente pela cidade sem ter que me preocupar com a falta de segurança. Agora, além de nos preocuparmos a cada vez que paramos em um semáforo e tomarmos muito cuidado ao entrar e sair de casa, ainda precisamos ficar atentos em restaurantes. Quando saio para algum restaurante de rua, já não saio com jóias, nem com a bolsa xodó e tento levar apenas um cartão de crédito para não passar pelo perrengue de ter que cancelar e tirar de novo todos os cartões e documentos infinitos que na minha carteira moram. Não é um belo absurdo? Além disso tenho preferido restaurantes de shoppings que aparentam ser mais seguros. E além disso ainda fico atenta com o entra e sai de clientes dos restaurantes, para não ser pega de surpresa quando o inevitável acontecer.
Mas aqui vai o real desabafo. Dito tudo o que expressei antes e que precisamos de uma ação mais eficiente dos órgãos públicos, um sistema prisional e jurídico mais eficientes também, e blá blá blá whiskas sachê... Você já deve estar pensando se quero além de tudo isso um chá inglês com biscoitinho para acompanhar né? E a verdade é que eu quero sim! Acho um tremendo absurdo e um real desrespeito com a clientela estarmos dispostos a pagar cada vez mais caro nos restaurantes da cidade, afinal de contas os preços dos pratos nos restaurantes subiu um absurdo nos últimos dois anos, e nenhuma parte dessa receita ser aplicada em segurança particular. Pronto falei! Assim como o serviço de manobristas, a segurança deveria ser uma das despesas fixas de um restaurante, porque já que a policia não é capaz prover a segurança para os cidadãos, os restaurantes tem que ser responsáveis pelo bem estar de seus clientes, e bem estar hoje não é só composto por um ambiente agradável e um serviço impecável. Minha posição pode ser considerada polêmica por muitos, mas assim como na minha casa a segurança faz parte das minhas despesas mensais, espero o mesmo dos restaurantes que freqüento. Ou vou prefirir convidar os amigos para um belo jantar em casa, e passar longe dos arrastões a restaurantes e de seus preços abusivos.
Assim como um investidor tem que embutir o custo Brasil quando vai avaliar um investimento em nosso rico país, o dono de restaurante ou chefe de cozinha precisa considerar o "custo São Paulo" na hora de abrir um estabelecimento na cidade e a segurança de clientes e funcionários deveria fazer parte desse custo.
Aqui vai a opinião singela de quem ama sair na cidade e gostaria de ter o direito de freqüentar os restaurantes paulistanos sem ter que participar da "experiência eletrizante" de um arrastão. É pedir muito?!
Portanto donos de restaurantes, nada de dar de ombros, colocar a sorte na roleta, e dizer "Arrastões?! E eu com isso?!"... Está mais do que na hora de tomarmos uma atitude. A exemplo fica aquela rua no Morumbi aonde os moradores se juntaram para investir conjuntamente num serviço de ronda e segurança particular para dar um basta aos assaltos freqüentes. Solução tem que existir e está na hora de vocês fazerem o mesmo e pensar numa ação conjunta.

2 comments:

Anonymous said...

Olá Cami!
Sou um leitor do blog, há um tempinho. Qdo sua casa saiu no blog da Valentina.
Gosto muito do conteúdo! :) Eu encaminhei esse texto para alguns amigos que tem restaurantes em SP.
Eu acho que realmente a saida é dessas ações conjuntas, que somem forças para deixar a nossa cidade (amaaaaaaaada) mais habitável.

Noto que estamos a cada dia, mais enclausurados. Moro em um dos residênciais de alphaville, e tem gente que investe em segurança particular dentro do próprio condomínio (!!!) é um absurdo total!!
Mas vamos nos adaptando, acho que é necessário p/ quem decide viver em uma metrópole, né? Bjos!

Anonymous said...

Realmente eh uma situacao preocupante, mas nao vale culpar as vitimas. Um restaurante assaltado eh tao vitima quanto qualquer cidadao individual. O problema nao sera resolvido pura e simplesmente por meio de seguranca patrimonial privada. Se pensarmos em tempos levemente passados, buscando a Nova York citada em seu texto, temos que por la tambem se viveu um periodo de inseguranca urbana pesada, vencida tao somente quando o Poder Publico resolveu cumprir seu indelegavel papel.