Thursday, August 6, 2015

Want to be better at your job? Have a kid.

Eu amo ler o blog The Cut que fica no site da NYMag, uma das revistas que mais gosto! E nessa semana li um artigo muito bom na coluna Shes The Boss que fala sobre carreira e filhos! O título é "Want to be better at your job? Have a kid.". Nunca tinha pensado sob esse espectro, eu mesma adiei filhos por um mega tempo achando que além de arruinar a minha jovialidade, eles iam atrapalhar a minha carreira, então foi interessante ler um ponto de vista diferente! Fica a dica então...

Wednesday, July 22, 2015

Miami: shopping tips


O que seria de Miami sem umas comprinhas?!? Eu tento matar grande parte das minhas compras pela internet (The Outnet, Net-a-Porter, Amazon e Jcrew)... Até porque meu marido não é muito fã de ficar fazendo comprar non-stop. E também porque acabo tendo mais liberdade de comprar sem ele ver o volume das sacolas. 

Mas ainda assim eu acabo passeando um pouco... E não dá para passear sem aproveitar para trazer uma lembrancinha!

Aqui vão meus lugares favoritos:

Eberjey (1905 Purdy Avenue): sou apaixonada pelas lingeries dessa loja, principalmente porque tem muitas opções de bralets, que eu amo!!! E os pijamas são simplesmente lindos! Para completar a loja além de linda fica na Purdy Avenue, que é uma rua que eu amo em Miami Beach! Lá do lado tem o Icebox Café e o Pubbelly Sushi, que são ótimas opções para o almoço! 

The Webster (1220 Colliins Avenue): a multimarcas de 3 andares é simplesmente incrível e além disso tem colaborações exclusivas com designers que são fantásticas. Mas prepare-se para preços salgados... Gosto de ir para ver as novidades, olhar o que está na moda, e etc...  

A lojinha do PAMM (1103 Biscayne Blvd): sou viciada em lojinhas de museu e a do Perez Art Museum Miami é incrível! Um dos meus programas favoritos é dar uma volta no museu, tomar um café por lá e finalizar na lojinha do museu! Perfeita para comprar lembrancinhas!

Anthropologie (1108 Lincoln Rd) e JCrew (728 Lincoln Rd): ficam no shopping a céu aberto que se extende por toda a Lincoln Rd e que é um dos lugares mais gostosos (no fim da tarde e sem chuva) para passear! As duas não precisam de maiores introduções, mas adoro a primeira por causa dos itens para casa r a segunda por causa das roupas!

Ricky's (536 & 657 Lincold Rd) e Ulta (337 Lincoln Rd): não consigo sair de nenhuma das duas sem ao menos duas sacolas cheias de cacarecos de beleza! Outra opção é a Sephora (721 Collins Ave). 

Jonathan Adler (4040 NE 2nd Ave): uma das lojas de decoração que mais gosto! Tem umas almofadas lindas e mil outros objetos de decoração legais! Adoro passear nela!

The Bazaar Project (4308 NE 2nd Ave): essa lojinha que fica no Design District bem do lado do Mandolin (restaurante que eu amo!)! Ela lembra super a Souq que tem no Jk e oferece uma seleção de itens decorativos, roupas, acessórios garimpados por todo o globo. Super legal! 

Aliás falando do Design District, tem o café super charmoso Ella, que é ótimo para tomar café da manhã ou almoçar!!! (140 NE 39th Street). 

Tuesday, July 21, 2015

Miami 2015: onde ficar e comer!


Já estamos quase terminando julho e ainda não tinha parado para falar das dicas de Miami! Eu passei por lá em Maio, depois de uma viagem de 10 dias no Caribe... Como detesto esquecer por onde passei, aqui vai uma listinha com alguns comentários:

Hotéis:

Casa Claridge (3500 Collins Avenue): antes de embarcarmos para o Caribe, passamos uma noite em Miami. Eu queria um hotel charmoso e com localização boa, e não precisava que tivesse piscina e etc, afinal de contas era só 1 dia. E o Casa Claridge foi incrível! Ele fará parte do novo complexo do Faena na cidade, mas já carrega muita história. Ele abriu em 1928 e a sua arquitetura foi inspirada nas haciendas espanholas. Além de lindo, os quartos são generosos! Gostamos muito! 

Surfcomber (1717 Collins Avenue): na volta do Caribe íamos passar mais 5 dias em Miami, então queríamos um hotel que oferecesse mais em termos de diversão: piscina, serviço de praia, academia,... E gostamos muito do espírito jovem do Surfcomber! Em especial do Happy Hour e dos jogos que tinham na recepção (coisa de gente nerd, mas amamos uns drinks antes de sair para jantar ou almoçar, e o jogo Jenga Jumbo que tinha na recepção matou a gente de rir nessas ocasiões). Os quartos eram bons, não tão generosos quanto os quartos do anterior, mas bons. A piscina e a praia tinham um serviço perfeito! (Não passamos o final de semana, mas fiquei com a sensação que o hotel é mega agitado nos sábados e domingos, assim como a maioria nessa região).

Restaurantes (não estão em nenhuma ordem específica...):

1) Shorty's (2255 NW 87th St): já é uma tradição... Meu primeiro almoço na cidade tem que ser sempre no Shorty's! Eu sou apaixonada pelo milho de lá!!! Mega informal, vá pronto para sujar as mãos.

2) Yardbird Southern Table & Bar (1600 Lenox Avenue): amo almoçar nesse restaurante, já tinha ido da última vez também! Pratos são gigantes!!! Recomendo muito o "Chicken n'Watermelon n' Waffles" e o "Shirimp n' Grits". De sobremesa?? Nem pense duas vezes e se jogue no "Red Velvet Triffle"...

3) Mandolin Aegean Bistro (4312 NE 2nd Avenue): mais um repeteco mega feliz! Tudo nele é maravilhoso!!! Amo para o jantar pois adoro comer ao ar livre nas noites quentes! Tudo maravilhoso! Mas tente chegar a sobremesa para pedir a Baklava!!! 

4) Social Club at Surfcomber (1717 Collins Avenue): absolutamente fora do roteiro usual, acabamos indo porque estávamos hospedados no hotel, mas amamos!!!! Os menu é de tapas, para serem pedidas para dividir... Tudo delicioso! O que mais gostamos? "Cypress Creek Aligator" (repetimos várias vezes!), "Octopus", "Wild Caught Calamari" ! Nem pense duas vezes na sobremesa: "Fresh Doughnuts con Dulce de Leche"!!! Hummmm.

5) Carpaccio (Bal Harbour - 9700 Collins Avenue): um clássico do Bal Harbour... Gosto como uma opção de almoço! Não tenho grandes preferências no menu, mas é gostoso... Sempre cheio (de brasileiros inclusive).

6) Juice and Java (1346 Washington Avenue): eu já tinha ido no de Aventura e amo como uma opção saudável! Tem saladas maravilhosas, um burrito delicia, mil opções de suco! Enfim depois de tanto pé na jaca gosto de ter uma opção com jeito de geração saúde!

7) Coya (999 Brickell Avenue): comemos muito muito bem... Para quem ama comida peruana é o paraíso! Recomendações? O ceviche "Pargo Rojo Trufa" é fantástico! Regado a muito Pisco Sour! Cheers...

8) Shake Shack (1111 Lincoln Road): não consigo passar por uma cidade que tem o Shake Shack e não ir! Cheeseburger, fries e Milkshake de Vanilla. Sem mais.

9) Juvia (1111 Lincoln Road): você já começa bem porque quando chega fica hipnotizado com a vista... E fomos super bem atendidos! Sobre os pratos, amamos tudo o que comemos, então certamente vamos voltar! Recomendações: "Rock Shirimp Tiradito"  e o "Tuna Poke" de entradas. Eu comi o prato do dia nesse dia... Mas tava maravilhoso! 

10) Mr Chow (2201 Collins Avenue): amo comida chinesa e em especial o Mr Chow de Miami. (Por exemplo detesto do de NY... Então não recomendo todos os da rede). Mas sempre como maravilhosamente bem no de Miami! Eu não consegui pegar o menu, mas tenho na memória uma pato incrível é um sweet and Sour pork! Delicia!

11) Zuma (270 Biscayne Blvd): o clássico brunch de sábado... Mas que de brunch não tem nada! Hahaha... Mas amo, gosto da variedade, tomo mimosa e saque! E saio feliz!

Saturday, June 27, 2015

Advanced Style

Parece que ando assistindo muito Netflix atualmente... Acho que deve ser esse friozinho que me acalma e me faz não sentir culpa de sentar no sofá no meio de uma tarde ensolarada para assistir tv!

O mais interessante é que é a segunda vez essa semana que assisto algo que me inspira. Eu não conhecia o blog "Advanced Style", que mostra o "look do dia" de mulheres mais velhas. Mas me deparei com o documentário de mesmo nome no Netflix e é fantástico... Me mostrou que não podemos ter medo de envelhecer e que beleza e senso de estilo não tem nada a ver idade. Vale assistir... Me arrancou algumas lágrimas! 

Sunday, June 21, 2015

Chef's Table

Já faz um tempo que estou em busca de uma inspiração que me levasse a escrever de novo... E hoje meio sem querer, nessa tarde perfeita de outono, procurando algo para assistir no Netflix eu me deparei com uma nova produção. Comecei a assistir a nova série de documentários "Chef's Table" e o click veio. Não sei se para ficar, mas precisava dividir com vocês! 

Cada episódio conta a história de um Chef de cozinha renomado... E cada uma das histórias contadas é tão incrível e inspiradora, que me deu vontade de viajar para cada uma dessas cidades e experimentar cada um dos pratos. Mas os pratos não são exatamente o que me inspirou mais, e sim as lições de vida que cada um dos chefs divide conosco... Lições sobre aprender com os erros, sobre não desistir, sobre ir atrás dos sonhos, sobre ser livre, enfim, hiper inspirador!

A série foi produzida pelo Netflix e o diretor é o mesmo que fez o documentário "Jiro Dreams of Sushi". Se prepare para ficar com água na boca...

Meu sonho agora é um dia visitar a casa do chef Francis Mallmann na Patagônia... Ainda bem que podemos sonhar! 

Sunday, December 14, 2014

London 2014: a missão

Quem me acompanha pelo Insta sabe que no final de Novembro eu fui visitar a minha sister querida na Inglaterra!!! Foi uma viagem incrível, nos divertimos horrores, e vou guardar essas memórias para sempre! Demorei para escrever por uma razão nobre: passei 3 semanas para conseguir falar da viagem sem chorar de saudades! Hahahahaha Literalmente! Apesar de ter passado o maior tempo da viagem em Manchester, cidade que aprendi a amar com a minha irmã e que é simplesmente incrível, vou começar com as dicas de Londres por uma razão prática: eu fiquei responsável pelo roteiro de Londres e a Lu pelo de Manchester!!!

Bom já dei dicas no passado, basta procurar na barra lateral, sobre Londres. Essa foi minha 3a viagem para lá e como só teria 3 dias, priorizei algumas repetições de lugares que amo com algumas novidades!

Restaurantes:

1. Beast: fomos jantar lá na sexta! Não aconselho para um jantar romântico, porque o restaurante além de ser mega badalado e agitado, tem apenas longas mesas comunitárias que se esparramam pelo salão e também porque a comida é super ogra!!! Hahahah mas ele é perfeito para ir em turma... Ps: não deixe de reservar antes. Vá preparado para comer muito! Eles servem um Steak do Nebraska e King Crab Norueguês, e o que vale mesmo a pena é pedir o "Beast Experience" que serve os dois em quantidades absurdas! Hahah mas é de comer ajoelhado! Super fun! (3 Chapel Place)

2. Duck and Waffles: depois de uma noite longa, acordamos mega cedo e de ressaca... Mas tínhamos conseguido uma reserva para o Brunch do Duck and Waffles e depois da recomendação da minha amiga antenada Lu Ceridono (a.k.a. Bothanica Paulista) eu não ia perder por nada! Chegamos no Heron Tower, entramos no elevador expresso, e descemos no 40º andar, para uma vista de cortar o fôlego! E comemos um Brunch incrível!!!! Que valeu cada passo até lá em plena ressaca! Quero voltar para comer o prato da casa "Duck and Waffles", e repetir o Waffle de Banana Brûlée!!! (Sem reserva nem pensar... 110 Bishopsgate).

3. Hakkasan: repeteco sem culpa alguma! E como todo repeteco, não tem como não repetir os meus pratos favoritos: "Crispy Duck Roll", "Sesame Prawn Toast", e o "Spicy Prawn"... Todos acompanhados de Lychee Martini!!! Mas a novidade dessa vez foi que pedimos também o "Sweet and sour Duke of Berkshire pork" e estava maravilhoso!!! (Tem 2 endereços na cidade, mas o meu favorito continua sendo o 8 Hanway Place)

4. Bistrotheque: essa dica foi de um amigo que tinha acabado de voltar de Londres... Quando ele me contou que tinha ido almoçar num restaurante que ficava em um galpão, numa ruela suspeita, em East London... Achei interessante e fui logo pedindo o endereço! Chegamos lá, no meio de um temporal, e confesso que fiquei um pouco preocupada sem saber em que portinha eu deveria entrar... Mas como ele já tinha me avisado, logo dei um sorriso de quem sabe para meu cunhado inglês que já estava preocupado... "I know there is a restaurant here, trust me", hahaha! E gostamos muito! Foi delicioso e valeu ter ido até lá!

Hotel

Depois que vi aqui que não compartilhei os hotéis que tinha ficado da última vez que fui! Eu sempre sempre uso o site "Tablet Hotels" em todas as minhas viagens porque amo um hotel boutique e transado e esse site tem sempre as melhores seleções e os melhores preços!!! Então se tenho uma viagem agendada, vou logo lá procurar o hotel! E dessa vez não foi diferente!

Ficamos no "The Marylebone Hotel": além da localização perfeita, no meu bairro preferido, perto do Tube, e "on a walking distance" dos meus lugares favoritos da cidade da Rainha! O hotel tem um preço ótimo também e os quartos são ótimos para uma estadia curta como a nossa seria.

No ano passado dividimos as nossa estadia em duas partes e ficamos em dois hotéis que amamos também... O "Pelham Hotel" e o "The Mandeville", que recomendo muito também!

Drinks

Na sexta, depois de sair do Beast com gostinho de quero mais, acabamos indo até o Langham Hotel à procura de mais uns drinques no ótimo bar "Artesian"... E acabamos com "Golden Pineapples" nas mãos e mais álcool na corrente sanguínea! Foi divertidíssimo e recomendo o bar do hotel para mais uns drinks pós jantar!

Comprinhas

Eu sou fã de Marylebone, é o meu bairro preferido em Londres e amo que tudo está pertinho! Como ando caminhar sempre tento ficar por lá... Se estiver na cidade caminhe pelas ruas de Marylebone, em especial a Marylebone High Street, que é repleta de ótimas lojas: The Kooples, Skandium, Space Nk, Matches Fashion, The Conran Shop, Anthropologie, Whistles... Para um bom guia da região clique nesse link.

Não dá para passear em Londres sem entrar nas ótimas lojas de departamento... A minha favorita ainda é a Selfridges, simplesmente porque encontro tudo nela!!! Desde as marcas de luxo mais conhecidas até corners de decoração e casa das minhas lojas favoritas: Hay, Skandium, Muji, Anthropologie, e The White Company.

Mas imperdível mesmo é a Liberty, porque é simplesmente encantadora em todos os sentidos! Vá com calma, num horário mais vazio, e dê um presente para os seus olhos!!! Eles são muito cuidadosos na seleção das mercadorias e não tem como não se apaixonar!

Atenção: lembre se de pedir o tax return de todas as suas compras em UK. Todas as lojas que participam do programa da Global Blue tem um selo na porta, então quando for fazer suas compras lembre de pedir o formulário para o Tax Return. Você consegue depois no aeroporto um refund de aproximadamente 20% do valor das compras!!!! Para mais infos, entre no site da Global Blue. Dica: nas lojas de departamento maiores, faça todas as suas compras e guarde os recibos, e somente no final da viagem vá até o balcão de Customer Service, e peça o reembolso de tudo junto.

Passeios

Passamos apenas 1 final de semana hiper chuvoso em Londres, então não tivemos muito tempo para passeios... Ainda mais com a agenda agitada de restaurantes para visitar (meu hobby favorito em viagens)! Mas fizemos duas coisas que amei nesse final de semana:

1. visitamos o Spitafields Market no sábado e foi fantástico para comprar algumas peças de décor que vão me fazer lembrar sempre dessa viagem! Destaque para dois expositores: "Orson & Welles", que tem posters originais de filmes, e o Grey Gardens, que tem quadros lindos com peças Vintage de Scrabble.

2. Também fomos no Royal Academy of Arts para ver a exposição do Allen Jones, e gostamos muito!

Thursday, November 20, 2014

Espírito Natalino

Eu estou na Inglaterra visitando a minha sister e aproveitamos para decorar a casa dela para o Natal! E por enquanto que estávamos enfeitando a árvore de Natal passou esse anúncio da Sainsbury, rede de supermercados inglesa, para o Natal... Foi um mar de lágrimas! Conversando com uns amigos nos dias que se seguiram acabamos descobrindo que não fomos só nós... Todo mundo chorou horrores... emocionante! Para quem não conhece a história é real, e se passou na Primeira Guerra Mundial... Vale assistir!

Friday, November 14, 2014

Uber: salvador da pátria!

Faz um tempão que eu não escrevo! Ainda bem que a Lu voltou com tudo e está contando tudo da vida nova dela na Inglaterra!!! Aliás estou super empolgada, porque estou escrevendo diretamente do trem de Londres para Manchester para visitar ela!!!

Mas vou aproveitar para dar uma dica incrível! Talvez os mais antenados já conheçam o serviço do Uber?! É um App que permite você chamar um motorista! Ele é hiper conhecido nos Estados Unidos e virou um dos serviços mais usados nas grandes cidades!

Eu já tinha ouvido falar mas nunca tinha usado! Eu ouvia toda hora dos gringos do meu trabalho que vinham para São Paulo, mas nunca tinha precisado do serviço... Porém, imagina a cena: quinta, 18hs, São Paulo, chuva! Não preciso nem dizer que o taxi que eu tinha reservado para o aeroporto não deu as caras! E quem disse que os aplicativos para chamar taxi adiantaram?! No meio do desespero, atrasada para sair para o aeroporto, decidi testar o Uber! E foi a melhor descoberta que fiz nos últimos tempos!

Primeiro, baixei o aplicativo (ps: esse post não é patrocinado ou nada do tipo, que fique bem claro!) e me cadastrei! Levou literalmente 2 mins! E em seguida chamei um motorista. Ele chegou na minha casa em 15 mins... Salvou a pátria! Mas não foi só isso: o carro era novinho, cheiroso, banco de couro... Enfim, nada de Meriva fedida!!! Além disso meu driver era fantástico, tinha até água gelada e carregadores de celular! Foi perfeito!

Fiquei hiper fã e agora não consigo pensar em chamar mais um taxi comum... Principalmente para jornadas estressantes como ir para o Aeroporto de Guarulhos na hora do Rush!

Depois que você chega no seu destino, o serviço é cobrado automaticamente no seu cartão cadastrado no aplicativo. O que torna tudo mega prático!

Como precisei de um motorista justamente na hora mais complicada do dia, o serviço fica um pouco mais caro, é aplicado um multiplicador na tarifa (no meu caso de 1.5x). Como não tinha outra opção chamei mesmo assim, mas fiquei meio preocupada em quanto sairia a brincadeira. Mas para a minha surpresa, a jornada do Itaim até Guarulhos, mesmo com o multiplicador saiu R$200! Ou seja, não foi tão mais caro que o normal, gasto no geral R$140. Mas tive um serviço infinitamente melhor! Então acho que valeu mega a pena! Sem contar que sem ser no horário de alta demanda, sai o mesmo preço do taxi. Ou seja, não dá nem para comparar o tipo de serviço!

Wednesday, November 5, 2014

Coluna da Lu: "Remember, remember the 5th of November, gunpowder, treason and plot!"

5 de Novembro é conhecido aqui na Inglaterra por Bonfire Night, é uma noite na qual celebra a sobrevivência do rei protestante Jaime I, quando Guy Fawkes um soldado inglês católico que fazia do grupo "Gunpowder Plot" (Conspiração da Pólvora), tinha a intenção de explodir o Parlamento e matar o rei e os parlamentares presentes durante uma sessão em 1605. O soldado era o responsável pelos barris de pólvora colocados debaixo do Parlamento. Porém a conspiração foi descoberta, assim Guy e seus comparsas foram interrogados e torturados durante 4 dias e depois seriam enforcados e esquartejados. No evento, Fawkes pulou da forca, quebrando seu próprio pescoço e evitando assim o horror de ser cortado enquanto ainda vivo, com seus testículos cortados e seu estômago aberto e suas entranhas derramadas diante de seus olhos. Seu corpo sem vida foi cortado em quartos e os seus restos mortais enviados para "os quatro cantos do reino", como um aviso para os outros.
Guy Fawkes - Foto: Google Images
Curiosidade: A mascara utilizada no filme V de Vingança
 foi inspirada em Guy Fawkes - Imagem: Google Images
Na mesma noite em que a Conspiração da Pólvora foi descoberta, fogueiras foram incendiadas para comemorar a segurança do Rei. Desde então, 05 de novembro tornou-se conhecida como Bonfire Night. O evento é comemorado todos os anos com fogos de artifício e queima de efígies de Guy Fawkes em uma fogueira em todas as partes do Reino Unido.
Bonfire Night 2012 - Heaton Park
Bonfire Night acabou virando um grande evento, ao decorrer dos anos. Eu fui a dois anos atrás no Heaton Park aqui em Manchester, o espaço reservado tinha muitos brinquedos de parque de diversão, vários "food trucks, música, e muita bebida (é claro). O parque estava lotado, estava -2º, beeem frio e como tinha chovido no dia anterior estava um lamaçal só, o que deixou muito mais divertido (fui preparada com minhas galochas)! Haha!
Hoje acontecerão 3 eventos organizados pela prefeitura com as fogueiras, fogos de artifício e mais algumas outras atrações. Para mais informações clique aqui

Beijos,
Lu

Sunday, November 2, 2014

Coluna da Lu: Tudo sobre o outono e o inverno

No domingo passado, a Inglaterra saiu do horário de verão (dura por 6 meses!), o que pra mim é ótimo porque o Brasil já entrou no horário de verão, e isso significa que só fico 2 horas na frente. Mas isso significa que escurece mais cedo... Em setembro normalmente começa a esfriar, mas como já disse em outro post, a temperatura varia muito de ano pra ano. Como aqui não tem um verão bem definido e quente, quando chega setembro já começo a tirar meus casacos mais pesados do armário.
No começo de outubro as folhas já começam a ficar amarelas, aqui (pelo menos em Manchester) as árvores ficam entre o amarelo e o laranja, não chega a ficar vermelho (uma pena porque eu acho muito mais bonito). Mas como costuma ventar bastante as folhas não param nas árvores, e como também chove (haha) as calçadas ficam um pouquinho perigosas já que fica bem escorregadio. No inverno, as temperaturas ficam por volta dos 2º para baixo, pode nevar, mas não é todo ano que acontece. Mas essa nem é a parte ruim... O problema é que como estamos mais ao norte, os dias ficam mais curtos (porém no verão os dias ficar super compridos! Eu amo!). Isso significa que no inverno amanhece entre 8:30 e 9 da manhã e fica escuro perto das 4:30 da tarde e o sol é super fraco, fica um dia menos luminoso.
Essa introdução toda é pra contar como foi meu primeiro outono e inverno aqui (no qual eu já estava morando aqui em tempo integral).  Eu estava um pouco tensa com o inverno.  A temperatura, não foi nem o maior dos problemas, ficou por volta dos 7º o que não é considerado tão frio. O problema eram os dias em que ventava muito! É de cortaaaaar, ao ponto que eu ficava com muita dor de ouvido, e olha que eu tava de gorro! Como eu faço tudo andando, e todos os lugares tem calefação, eu derretia quando entrava em algum lugar! Então comecei a me vestir em camadas, assim ía tirando conforme o calor, mas ai eu tinha que ficar carregando tudo a tira colo! Aí depois comecei a colocar menos peças de roupa, eu passava frio na rua, mas assim não tinha que ficar carregando o gorro, as luvas, o cachecol, a malha, etc, desde que meu pé estivesse quente, o resto eu lidava.
Eu queria muito muito muito que nevasse! Falam que a cidade fica de ponta cabeça (haha eu queria ver o caos!) que cidade pára e nada funciona.
O que realmente me pegou foi o dia curtinho: eu ía para os escritório as 9h, ou seja estava amanhecendo e ia pra casa às 17h, quando já estava escuro! Isso mexeu um pouco com o meu psicológico, fiquei um pouco depressiva, porque essa idéia da qual você "não vê" a luz do dia me incomodava muito, e pior ficava quando o dia estava cinzento e chuvoso, isso me doía! Além disso, eu ficava com uma fome bizarra! Até eu entender que não era porque estava escuro que eu precisava jantar hahaha!
Inverno 2012
Apesar desse lance do clima, o final do ano é uma das épocas mais esperadas do ano, vou contar em ordem cronológica:
No final de outubro, é quando a temperatura realmente começa a despencar de vez, e está todo mundo pensando no Natal, os restaurantes já tem o menu especial, e as lojas já estão todas enfeitadas e com os espaços dedicados ao Natal. No começo de novembro, depois do Bonfire Night (vou falar sobre isso no post de quarta-feira) que acontece no dia 5 de novembro, é quando a prefeitura faz a festa para ascender as luzes de Natal na cidade (isso acontece na maioria das cidades, Londres também tem), e a abertura dos Christmas Markets, que esse ano acontecerá a partir do dia 14 de Novembro até dia 21 de Dezembro.
Dezembro é aquela loucura: a cidade fica lotada nos finais de semana por conta das compras de Natal e por causa de todas as atrações que a cidade oferece. Na sexta-feira antes do Natal é conhecido como a sexta do Black-Eye Friday: é o dia onde a grande maioria das empresas comemoram suas festas de final de ano, e tem esse nome porque as pessoas começam a beber cedo (depois do meio dia haha), e o povo fica tão doido, mas tão bêbado que acontecem muuuuuitas brigas, e muita gente fica com o olho roxo! Hahahaha! Dá pra acreditar?
O Natal tem algumas peculiaridades que eu vou contar mais pra frente e o Ano Novo não é tão tradicional como é no Brasil.
É engraçado também como o humor das pessoas muda, depois do Natal e Reveillon a cidade fica morta! Janeiro é um marasmo, todo mundo está de ressaca e sem dinheiro, os restaurantes dão até descontos pra ver se conseguem atrair a clientela. A cidade fica super vazia e triste e muita gente vai viajar para lugares mais quentes.
Janeiro e fevereiro costumam ser o meses mais frios mas pelo menos já não está tão escuro (o dia mais curto do ano acontece por volta do dia 22 de dezembro, depende de ano pra ano).

Esse ano por incrível que pareça está extremamente quente pra essa época do ano (não estou reclamando não)! No Dia das Bruxas, estava altíssimos 18º! Não está nem perto de estar frio, mas há notícias de que o inverno será um dos piores invernos dos últimos tempos! Agora é rezar para que eles tenham errado, apesar de eu querer neve, eu detesto frio! Vai entender!

Beijos,
Lu